Por pbagora.com.br

O senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB), rebateu na tarde desta sexta-feira (12), durante entrevista ao programa Correio Debate, as críticas feitas conta ele pelo ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, que disse que ele não teria se importado com a saúde de José Maranhão no momento em que se filiou ao MDB no intuito de “tirar o MDB” do senador que faleceu no último dia 08.

Vaneziano declarou que não teria tentado tomar o partido de Maranhão já que nem sequer líder do MDB de Campina Grande ele tentou ser e acusou Romero de estar “desocupado” e mentido sobre a situação.

“Até por força não tão somente, mas especialmente por força de estar desocupado, o ex-prefeito de Campina Grande para fazer palanque eleitoral vem de forma anticristã desrespeitar a memória de quem a menos de 48h havia sido sepultado, e de forma mentirosa, desculpe a expressão. Pois eu sempre disse que não trataria, esperaria o regresso de Maranhão já que nós guardávamos o fio de esperança de que o governador se recuperasse” declarou.

Veneziano foi além e disse que as declarações de Romero são o reflexo de uma fixação que o ex-prefeito teria nele.

“Se você perguntar se eu falei com algum membro do MDB sobre perceptivas  de assumir ou não eu digo: em nenhum momento. É desrespeitar a memória de Maranhão. Aí vem uma pessoa desocupada, que poderia estar estudando, percorrendo as regiões da Paraíba e não trazendo como fixação a minha imagem da maneira mais sórdida e mentindo” concluiu.

PB Agora

Notícias relacionadas

CCJ da ALPB rejeita texto que torna igrejas como atividade essencial na Paraíba

Na manhã desta sexta-feira (05), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) rejeitou o projeto de Lei de autoria do deputado Jutay Meneses (Republicanos),…

Roberto Paulino confirma intenção do MDB em se alinhar ao Governo João

Há uma inclinação do MDB da Paraíba para se aliar ao Cidadania do governador João Azevêdo. A informação é do presidente interino da legenda, o ex-governador Roberto Paulino (MDB), que…