O senador Veneziano Vital do Rêgo voltou a defender a liberdade do direito a defesa ao se referir à prisão da ex-secretária de Estado, Livânia Farias, presa na Operação Calvário, do Ministério Público da paraíba.

Veneziano disse condenar o pré-julgamento e destacou a necessidade de se ter cuidado em relação a 'apontar o dedo' para aquele que hoje se encontra sendo investigado. "Vamos ter muito cuidado. Se hoje muita gente aplaude sobre estas e aquelas outras situações, amanhã pode-se voltar contra si. E digo isso do alto de quem tem autoridade. Eu sei muito bem, na pele, o que eu sofri e ainda sofro", explicou Veneziano.

Para o parlamentar, o país habituou-se a fazer juízo e pré-condenar as pessoas que, dentro do Estado Democrático de Direito, devem ter a oportunidade de mostrar as suas inocências. "Não posso condecender com o estado que se viu e que se vê de execrações, de emparedamento, de limitações à ordem democrática. Isso é muito perigoso", avaliou o senador.

 

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João confirma presença do Cidadania nas eleições, inclusive em JP e CG

O partido Cidadania deverá participar da chapa majoritária, com candidatura própria ou figurando na vice em pelo menos 170 dos 223 municípios do Estado. A informação foi confirmada, em entrevista,…

Eleições 2020: Ruy minimiza futuro embate com Cícero na disputa pela PMJP

Pré-candidato à prefeitura de João Pessoa pelo PSDB, o deputado federal Ruy Carneiro minimizou, durante entrevista à reportagem do PB Agora, concedida ao jornalista Eliabe Castor, o embate futuro com…