Por pbagora.com.br

A Rede Interdisciplinar de Estudos sobre Violências (RIEV) promove, em 23 de maio, o Simpósio Democracia em Crise, no auditório do Centro de Educação (CE), no campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). As inscrições são gratuitas, abertas aos interessados e devem ser realizadas por meio de formulário on-line(link is external). Ao final, os participantes terão direito a certificado de 10h.

 

O objetivo do evento é contribuir para o debate sobre os conflitos e tensões que perspassam as sociedades democráticas na atualidade, em suas múltiplas interfaces e nos diversos contornos que a crise da democracia assume, dependendo das circunstâncias em que está inserida – tais como fundamentalismos, polarização de ideologias, cerceamento e violações de direitos, aumento da violência em todas as suas nuances e crises políticas, éticas e morais.

 

A programação tem início às 9h, com a abertura do simpósio e lançamento da página web da RIEV. Na sequência, a mesa redonda Democracia em Crise, mediada pela coordenadora da rede na UFPB, Edna Brennand, será composta pela deputada estadual Estela Bezerra e pelos professores Delamar Volpato Dutra (coordenador da RIEV na Universidade Federal de Santa Catarina) e Maria Creusa Borges (Centro de Ciências Jurídicas da UFPB).

 

Para as 15h, está marcada a segunda mesa redonda, com o tema Universidade e Violências, que será mediada pelo gestor administrativo da RIEV, Aloirmar José da Silva, e trará para o debate a vice-reitora da UFPB, Bernardina Freire, e os professores Emília Prestes (Centro de Educação da UFPB) e Guilherme Ataíde (Centro de Ciência da Informação da UFPB).

 

No encerramento do simpósio, haverá o lancamento do livro As origens gregas do Direito Ocidental, dos autores Eduardo de Almeida Rufino e Emmanoel de Almeida Rufino, com apresentação de Delamar Volpato Dutra.

 

 

Sobre a RIEV

 

A Rede Interdisciplinar de Estudos sobre Violências (RIEV), criada em 2017, é integrada por pesquisadores, doutorandos e mestrandos de três instituições de ensino superior, que desenvolvem investigações sobre violência com ênfase nos perpetradores de violações dos direitos humanos.

 

A rede é um projeto conjunto que envolve os programas de pós-graduação da UFPB em Gestão nas Organizações Aprendentes (PPGOA), em Ciência da Informação (PPGCI), em Ciências Jurídicas (PPGCJ) e em Educação (PPGE); a Comissão de Direitos Humanos da UFPB; os programas de pós-graduação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em Filosofia (PPGFIL) e Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH); e o Instituto Universitario de Creatividad e Innovaciones Educativas (ICIE) da Universidade de Valência, Espanha.

 

 

Redação com UFPB

Notícias relacionadas

Alheio a debate político, PDT faz mistério sobre futuro e alianças em 2022

Após o deputado federal Damião Feliciano (PDT) ter vencido à Covid-19 em meio a uma batalha pela vida de quase 90 dias, a família tem evitado entrar no debate político…

Opinião: Cícero embarca só na reeleição de João ou leva os Ribeiros e o partido?

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), já teria manifestado incondicional apoio à reeleição do governador João Azevedo (Cidadania). Pelo menos foi o que revelou, com absoluta exclusividade, o…