O deputado federal Ruy Carneiro (PSDB) e os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB) e Cícero Lucena (PSDB) comemoraram a aprovação da PEC do voto aberto, em primeiro turno, no Senado. A medida acaba com a votação secreta nas casas legislativas brasileiras.

Para Ruy Carneiro, essa foi mais uma vitória na luta por um Brasil mais transparente. “Em todos os mandatos que ocupei, defendi o voto aberto, pois acredito que a população tem direito de saber como os parlamentares a representam. Essa é mais uma vitória do povo. Vamos em frente, porque ainda há outras lutas para vencer até que o voto aberto seja realidade”.

O senador Cássio Cunha Lima disse que em uma República não cabem segredos. “Chego a conclusão que o melhor em uma República é não ter segredos. Quem não aguenta pressão não venha para o parlamento. Porque aqui é a casa de se receber pressão”.
De acordo com o parlamentar, há uma mudança das relações da sociedade e as instituições. “Nós estamos no olho desse furacão, e não há como imaginar que a sociedade não esteja absolutamente atenta àquilo que se faz em um parlamento, onde a pressão da sociedade passa a ser talvez maior do que a pressão de qualquer governo que se quer proteger com o voto secreto”, afirmou Cássio Cunha Lima.
Cícero Lucena ressaltou: “Votei a favor do fim do voto secreto em todas as decisões do Legislativo. Vitória da sociedade”.
Aécio defende voto aberto

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), votou, nesta quarta-feira (13), pelo voto aberto em todas as deliberações do Congresso Nacional. A PEC 43, de 2013, que institui o voto aberto, foi aprovada por 54 votos a 10 em 1º turno.
Aécio Neves ressaltou que seria importante manter a análise de vetos presidenciais de forma fechada, mas que, como a votação da PEC estabelecia o fim do voto secreto ou sua manutenção em todas as votações, defendeu o voto aberto em todos os casos.



Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian desqualifica acusações de ex-dirigente do PSL/SE: “Não é ninguém”

O deputado federal Julian Lemos, do PSL/PB, reagiu, nesta terça-feira (22), às declarações do ex-presidente do PSL de Sergipe, João Tarantela, contra ele – sobre um suposto complô na legenda…

Vereadora afirma que “pessoal de esquerda só pensa em sexo”

Os intensos debates entre as vereadoras Eliza Virgínia (PSDB) e Sandra Marrocos (PSB), que acontecem com frequência na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), ganharam mais um episódio nesta terça-feira…