Por pbagora.com.br

Após o deputado estadual Manoel Ludgério (PSD), anunciar a sua pretensão de disputar a Prefeitura Municipal de Campina Grande em 2020, agora foi a vez do deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) também externar publicamente o desejo de disputar o Palácio do Bispo. Pedro inclusive, garantiu que não seguirá os passos do prefeito Romero Rodrigues que deve trocar o PSDB pelo PSD. A declaração de Pedro aponta para um possível racha da base cassista na Rainha da Borborema. Historicamente, o grupo sempre marchou unido na cidade. 

 

Filho do ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), Pedro salientou que o seu nome está à disposição do partido e do grupo para as eleições de 2020, na condição de pré-candidato a prefeito, mas frisando que há outros nomes e que o prefeito Romero tem o papel decisivo nessa condução.

– Essa escolha deve ser coletiva, que não haja imposições. Essa conversa deve ser deixada para um pouco mais à frente, pois esse é um ano de trabalho e, em conjunto, decidir. Pode-se fazer uma pesquisa para fazer uma avaliação dos nomes. A conversa pode admitir vários critérios e estaremos unidos para apresentar essa alternativa à cidade – pontuou.

O deputado ressaltou que o PSDB tem outros nomes que também poderão entrar na disputa. E citou o nome do ex-deputado Bruno Cunha Lima, que assumiu semana passada a chefia de gabinete da Prefeitura de Campina Grande, afirmando que cada um deve fazer o seu trabalho e que há vários espaços.

SL

PB Agora


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Opinião: deputados negacionistas não contribuem com Cícero e Azevêdo

O ser humano é quase um “objeto”. Objeto complexo que pensa saber pensar. Contudo, nada sabe, ou sabe muito pouco. Existe a bondade, mas as atitudes atrozes que plantou, germinou…