Por pbagora.com.br

 O Ministro do Tribunal Superior Eleitoral, João Otávio de Noronha, julgou
improcedente o pedido de afastamento do mandato do Deputado Federal Wilson
Filho, por infidelidade partidária.

A ação, da Procuradoria Geral Eleitoral, pedia o afastamento do mandato de
Wilson Filho, que deixou o PMDB para se filiar ao PTB, e outros 12
parlamentares que trocaram de partido. Nesta quinta-feira (23), em decisão
monocrática, o Ministro reconheceu que houve motivos justos para mudança de
partido.

Mesmo sem temer a perda do mandato, Wilson Filho comemorou a decisão. “O
PMDB nacional já havia me liberado por unanimidade, os suplentes já tinham
publicamente informado que não tinham interesse no nosso mandato, todas
essas atitudes provavam que nós tínhamos tomado a decisão mais coerente na
época, que foi mudar para o PTB. Mas mesmo assim, o Ministério Público
acreditou que havia necessidade de se provar o motivo da mudança de partido
e nós provamos. Pra mim essa é uma confirmação daquilo que eu já sabia e
uma tranquilidade para que eu possa continuar o meu mandato com coerência.
O TSE percebeu o que a Paraíba já tinha percebido a muito tempo.”

 

Ascom

Notícias relacionadas

Câmara Criminal mantém condenação de ex-prefeito de Nova Floresta

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba manteve a condenação do ex-prefeito de Nova Floresta, João Elias da Silveira Neto Azevedo. Na sentença, proferida pelo Juízo da 2ª…

PB encerra a semana com a maior redução no número de mortes por covid do Brasil

Após muito sufoco nos últimos dias, a Paraíba encerrou a semana com a maior redução de mortes por Covid-19 no Brasil, na média móvel dos últimos 7 dias, e como…