O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Marcelo Ribeiro determinou nesta quarta-feira (15) que a prefeita cassada de Campos dos Goytacazes (RJ), Rosinha Garotinho, e seu vice reassumam os cargos. Eles foram condenados pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado por abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação. Cabe recurso.

O motivo da decisão foi o julgamento desta terça-feira (14) sobre o registro de candidatura de Anthony Garotinho. O TSE anulou a condenação do deputado federal eleito. Ele havia sido condenado a ficar inelegível no mesmo processo que a mulher, por isso ela foi beneficiada pelo entendimento do tribunal.

Na decisão liminar, o ministro do TSE determinou também a suspensão da realização de novas eleições para prefeitura do município, marcadas para fevereiro de 2011. O processo que condenou o casal Garotinho voltará à primeira instância da Justiça Eleitoral do Rio e será julgado novamente.

O motivo da condenação do casal Garotinho foi uma entrevista dada por ela ao marido em um programa de rádio da região. Na ocasião, Rosinha anunciou sua pré-candidatura à prefeitura de Campos.

Com o afastamento de Rosinha do cargo, assumiu a Prefeitura de Campos o presidente da Câmara de Vereadores, Nelson Nahim (PR), irmão de Anthony Garotinho.

G1

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vereadora afirma que “pessoal de esquerda só pensa em sexo”

Os intensos debates entre as vereadoras Eliza Virgínia (PSDB) e Sandra Marrocos (PSB), que acontecem com frequência na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), ganharam mais um episódio nesta terça-feira…

Opinião: Eliza estimula suicídio e recrimina discussão sobre violência contra mulher

O cuidado quando se escreve sobre algo ou alguém requer, antes de tudo, certa parcialidade, pois entendo que ser imparcial por completo é algo fantasioso e humanamente impossível de ser…