Embargos movidos pela defesa de Cássio contra a decisão do TSE serão apreciados nesta 5ª

Os embargos de declaração movidos pela defesa do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), contra a decisão que culminou na impugnação do registro do tucano nas eleições deste ano serão apreciados na sessão desta quinta-feira (18), no Tribunal Superior Eleitoral. A matéria já se encontra na pauta de julgamentos de logo mais.

Cássio foi barrado pela Lei Ficha Limpa no Tribunal Regional e Superior Eleitoral e de acordo com a medida, o tucano que foi eleito com mais de 1 milhão de votos não poderá ser diplomado no cargo de Senador.

O tucano teve duas condenações por abuso de poder político e econômico, além de uso indevido dos meios de comunicação durante a campanha eleitoral de 2006, quando disputava a reeleição. Por isso, ele foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa pelo TRE-PB.

No último dia 22 de outubro, por maioria de votos, 4 x 3 no placar final, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu indeferir o recurso ordinário 459910, impetrado pela defesa do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), contra a decisão do TRE-PB que impugnou o tucano com base na nova Lei.

O ex-governador da Paraíba Cássio Cunha Lima (PSDB) seguiu ontem para Brasília para acompanhar in loco o julgamento na Corte Eleitoral
 

Márcia Dias

PB Agora
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeitos elogiam sessão itinerante em Cajazeiras e destacam aproximação da ALPB com o povo

Diversos prefeitos e vereadores do Sertão paraibano prestigiaram, nessa quarta-feira (21), sessão ordinária da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), no município de Cajazeiras. Estad foi a primeira vez que o…

Opinião: João Azevêdo mostra capacidade política e pede que membros do PSB “se desarmem”

O mito criado sobre a figura do governador João Azevêdo (PSB), que o jogava como grande técnico administrativo, não possuindo, no entanto, características necessárias para caminhar nas alamedas tortuosas da…