A Paraíba o tempo todo  |

Troca de partidos envolve 9% da Câmara no primeiro dia

 No primeiro dia após a aprovação de dois novos partidos políticos (o Solidariedade e o Pros – Partido Republicano da Ordem Social), o jornal Folha de S. Paulo identificou pelo menos 46 deputados – ou 8,9% da Câmara – e um senador negociando migração. As duas siglas promoveram reuniões em Brasília, cada uma com cerca de duas dezenas de deputados federais. O levantamento foi publicado na edição desta quinta-feira.

O ex-atacante da seleção brasileira de futebol Romário (ex-PSB-RJ), que cumpre seu primeiro mandato e havia sido anunciado recentemente como "reforço" do PR de Anthony Garotinho, disse, segundo os dirigentes do Pros, "estar 99,9% fechado" com a nova legenda. Apesar de a Justiça Eleitoral ter estipulado em 2007 regras de fidelidade partidária que determinam a perda do mandato de quem muda de sigla, não há punição para a migração a novos partidos..

Terra

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe