As recomendações feitas pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa  da Paraíba (ALPB), no que diz respeito a não haver debates relacionados à campanha eleitoral no plenário da Casa, não estão sendo seguidas à risca. Nos últimos dias, a tribuna segundo alguns parlamentares se transformou em palanque eleitoral.

“Não devemos misturar as coisas da administração do nosso estado com a política. A tribuna deve servir apenas para a discussão dos debates de interesse da Casa”, opinou Branco Mendes (Podemos).

Outro a se manifestar contra o uso político eleitoral da ALPB foi o deputado estadual Renato Gadelha (PSC): “Isso não é bom, nem para a casa nem para a população”, disse concordando com Branco.

Para manter a manutenção dos trabalhos na Casa, mesmo durante o processo eleitoral o presidente Gervásio Maia (PSB) declarou que firmou um acordo com os líderes de partido para que as sessões não sejam prejudicadas.

“Nós iremos viver um ano eleitoral atípico, com apenas 45 dias. O acordo terá que ser cumprido, é claro. Eu acredito que dará certo, vai dar pra cumprir as atividades parlamentares e as de campanha”, garantiu Gervásio.

 

Redação

Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Disputa em CG: enquete aponta Ana Cláudia na dianteira da corrida eleitoral

Assim como fez com relação à disputa eleitoral em João Pessoa, o programa Arapuan Verdade, realizou nesta sexta-feira (10) um enquete onde quis saber a intenção de voto do eleitor…

Opinião: Cícero jamais fará aliança com RC por ter ele estimulado a Operação Confraria

O ex-prefeito da Capital, havendo em seu currículo ter sido senador, ministro e governador do Estado, Cícero Lucena (PP) concedeu entrevista ao programa 360 Graus nesta quinta-feira (9) já na…