Por pbagora.com.br

TRE: relator vota pela inelegibilidade de Cássio; Corte agora vai decidir se aplica Lei Ficha Limpa, que prevê oito anos sem mandato

O juiz Carlos Neves, relator no Tribunal Regional Eleitoral do processo que investiga a denúncia de excesso de gastos no exercício de 2006 do ex-governador Cássio Cunha Lima, deu o voto favorável à inelegibilidade do ´tucano´.

Ele acompanhou o parecer da Procuradoria Regional Eleitoral na mesma direção.

A sessão tem prosseguimento com a discussão sobre qual legislação deve ser aplicada ao caso: a de 2006, que prevê três anos de inelegibilidade, ou a atual (Lei Complementar 135), que prevê o prazo de oito anos.

 

Redação com paraibaonline

Notícias relacionadas

“A fotografia não é só o meu trabalho, é a minha vida”, diz fotógrafo de Lula

Há 50 anos, o fotógrafo Roberto Stuckert, 66, chegava a Brasília para cobrir a construção e a inauguração da capital federal. Anos mais tarde, já com residência fixa na cidade,…

Wallber quer conciliação no Patriota para receber clã Bolsonaro

Apesar do impasse na executiva nacional sobre a chegada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aos quadros da legenda, na Paraíba, o deputado estadual Wallber Virgolino, que é o presidente…