Por pbagora.com.br

 O recém-criado Partido Solidariedade encaminhou ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) um pedido para veiculação de sua propaganda partidária em inserções no rádio e na televisão para o ano de 2014.

O relator do processo, juiz Eduardo José de Carvalho Soares, contudo, encontrou falhas no pedido, que deixou de informar o tempo de duração da propaganda e ainda citou datas indisponíveis para a exibição.

O magistrado deu prazo de cinco dias para que os responsáveis pelo Solidariedade refaçam o pedido e acrescentem os dados solicitados pela Justiça.

""

 

 

Redação com parlamento

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Rede Sustentabilidade nega que esteja apoiando Nilvan Ferreira no 2º turno

Nesta sexta-feira (27), o partido Rede Sustentabilidade divulgou nota negando que esteja dando apoio à candidatura de Nilvan Ferreira, do MDB, no 2º Turno em João Pessoa. A sigla disse…

Desmascarando fake news: certidões do TRE e TCU provam que Cícero é ficha limpa e 100% elegível

Os advogados da coligação “Pra cuidar de João Pessoa” apresentaram nesta quinta-feira (26) duas certidões como resposta a mais uma onda criminosa de fake news plantadas contra o candidato à…