O recém-criado Partido Solidariedade encaminhou ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) um pedido para veiculação de sua propaganda partidária em inserções no rádio e na televisão para o ano de 2014.

O relator do processo, juiz Eduardo José de Carvalho Soares, contudo, encontrou falhas no pedido, que deixou de informar o tempo de duração da propaganda e ainda citou datas indisponíveis para a exibição.

O magistrado deu prazo de cinco dias para que os responsáveis pelo Solidariedade refaçam o pedido e acrescentem os dados solicitados pela Justiça.

""

 

 

Redação com parlamento

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Aprovado adiamento das eleições 2020 para novembro; veja novo calendário

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (1º) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20, que adia as eleições municipais deste ano devido à pandemia causada pelo novo coronavírus.…

Santiago cobra aprovação do PL que garante auxílio emergencial até 31/12

O deputado federal Wilson Santiago (PTB) apresentou Projeto de Lei, na Câmara dos Deputados, que prorroga o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 até 31 de dezembro deste ano.…