O problema do trabalho infantil na Paraíba atinge atualmente, 60 mil crianças e adolescentes com idade entre 5 e 17 anos que realizam algum tipo de trabalho. O número está na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) 2016, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e, embora seja 19% menor do que no ano anterior, mostra que as ações realizadas em prol desse público ainda são insuficientes para evitar que meninos e meninas estejam fora da escola e longe da família.

Em João Pessoa, um exemplo claro está nos semáforos, onde adolescentes e até crianças dividem com adultos o trabalho de limpar para-brisas. Quem passa, no início da manhã e no final da tarde, pelas imediações da Avenida Governador Flávio Ribeiro Coutinho, no bairro de Manaíra, certamente já se deparou com um grupo que fica no semáforo.

Questionado sobre essa problemática o secretário de Desenvolvimento Social (Sedes) de João Pessoa, Diego Tavares disse: “Sempre que somos provocados, se houver criança, acionamos o Conselho Tutelar. Em João Pessoa, há sete conselhos, cobrindo toda a cidade, inclusive com serviço de assistente social e psicólogo. São os conselhos tutelares que tomam as providências cabíveis”.

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim cobra inovação e diz que adéptos da velha política podem se dar mal

Há menos de 1 ano do próximo pleito eleitoral, as táticas, as articulações, as estratégias, já passam a serem montadas com o objetivo de, para alguns, continuar na vida pública…

Por unanimidade: TCE/PB aprova as contas da Câmara Municipal de Santa referentes a 2015

O TCE-PB (Tribunal de Contas do Estado da Paraíba) aprovou, ontem (20) e por unanimidade, a prestação de contas da Câmara Municipal de Santa Rita, referentes ao ano de 2015,…