Por pbagora.com.br

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu há pouco a decisão do ministro Marco Aurélio que determinou a soltura de todos os presos que tiveram a condenação confirmada pela segunda instância da Justiça. 

O ministro atendeu a um pedido de suspensão liminar feito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge. 

Com a decisão, a liminar (decisão provisória) de Toffoli terá validade até o dia 10 de abril de 2019, quando o plenário do STF deve julgar novamente a questão da validade da prisão após o fim dos recursos na segunda instância.

O julgamento foi marcado antes da decisão de hoje (19) do ministro Marco Aurélio. 

 

Agência Brasil

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-secretário de educação de Maranhão mira reitoria da UEPB

Ex-secretário de Educação na gestão do governador José Maranhão, o hoje vice-reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), professor Flávio Romero Guimarães, agora mira no comando da universidade, nas eleições…

Presidente do Cidadania elenca erros da gestão Cartaxo em JP

Em entrevista a imprensa paraibana o presidente municipal do Cidadania na capital paraibana o vereador Bruno Farias, elencou erros da gestão do prefeito da capital Luciano Cartaxo (PV), dando a…