Afastado do cargo desde 14 de agosto de 2018, pouco antes de completar dois anos de governo o prefeito de Patos Dinaldo Medeiros Wanderley Filho, pode nesta quarta-feira (17) retornar ao cargo hoje. É que o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) deve decidir hoje, se o prefeito afastado volta ou não ao cargo.

O agravo interno nos autos do Procedimento Investigatório Criminal, consta na pauta de julgamentos da sessão de hoje a partir das 9h. Caso seja resultado favorável, ele retorna para concluir os últimos seis meses de seu mandato.

Dinaldinho foi afastado do poder no dia 14 de agosto de 2018, pouco antes de completar dois anos de governo, após ele ter sido denunciado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) na ‘Operação Cidade Luz’. Conforme equipe jurídica do ex-gestor, até o momento ele não foi ouvido sobre as acusações que sustentaram o seu pedido de afastamento pela Justiça.

Dois processos do prefeito afastado já foram arquivados por falta de provas. Dinaldo Filho, além de seu assessor, Múcio Sátyro Filho, e o administrador de empresa, Fábio Henrique Silveira Nogueira são investigados por envolvimento em um esquema de desvio de recursos públicos, nos anos de 2017 e 2018. O afastamento foi mantido pelo Pleno do TJPB em 2019.

MPPB- O prefeito afastado de Patos, Dinaldinho, foi denunciado, ontem (16), pelo Ministério Público da Paraíba por falsidade ideológica, por ter inserido declaração falsa em documento público, segundo a autarquia. Em nota divulgada no início da noite, o gestor disse confiar na Justiça.

Veja detalhes:

Denunciado pelo MPPB, Dinaldinho diz acreditar “na imparcialidade da Justiça”

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Disputa dentro da base: Tovar X Bruno saiba quem vem ganhando em articulação em CG

Vendo o cenário eleitoral em Campina Grande dentro da base governista, fica aparentemente notável pelas últimas movimentações políticas que o grupo que apoia a pré-candidatura do deputado estadual Tovar Correia…

ALPB aprova criação do Hospital das Clínicas de Campina Grande

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou a Medida Provisória (MP) 292/2020, de autoria do Governo do Estado, que prevê a criação do Hospital das Clínicas de Campina Grande e…