Uma decisão do desembargador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, do Tribunal de Justiça da Paraíba, suspendeu a possibilidade de realização de eleição antecipada da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Bayeux, município da região metropolitana de João Pessoa. A decisão anula a votação que escolheu a Mesa Diretora da Câmara de Bayeux para o segundo biênio.

Na justificativa, o desembargador argumenta que a matéria para modificar o regimento interno deveria ter sido apreciada em dois turnos, fato que não aconteceu, o que incorre em inconstitucionalidade.

Diante disso, a modificação no regimento interno da Câmara também é considerada prejudicada e, por consequência, também fica inconstitucional.

O plenário da Corte apreciou o caso e, por unanimidade também deferiu a medida liminar para anular a eleição que teve como presidente eleito o vereador Jefferson Kita.

A Câmara foi notificada e agora tem 30 dias para prestar as informações necessárias sobre o caso.

CONFIRA A DECISÃO NO LINK ABAIXO 

DOCUMENTO MESA DIRETORA BAYEUX

Veja detalhes da decisão:

https://app.tjpb.jus.br/dje/paginas/diario_justica/publico/buscas.jsf

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João realiza visitas técnicas e anuncia investimentos em Alhandra

O governador João Azevêdo realizou, neste sábado (19), visitas técnicas às obras de construção de uma unidade escolar e do Centro de Distribuição do Magazine Luiza, no município de Alhandra.…

Vené parabeniza João pela liderança da PB no Ranking de Competitividade do NE

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) cumprimentou o governador João Azevêdo (PSB) por mais uma conquista da Paraíba, com repercussão nacional. Desta vez a Paraíba conquistou o 11º lugar…