Os vereadores de João pessoa estão criando a maior polêmica em torno de um título de cidadão pessoense ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). O motivo é que a propositura que foi do vereador Bira (PT) que era do PSB na época foi trazido à tona nos últimos dias pelo vereador Renato Martins (PSB) e apoiado pelo também vereador Felipe Leitão (Solidariedade), foi aprovado, mas alguns foram terminantemente contra a decisão de aprová-lo.

 

Bira elogiou Eduardo, apesar de antecipar que não votará nele caso seja confirmado como candidato a presidente da República no ano que vem. Ao citar suas qualidades, disse que Campos é um grande governador para Pernambuco e que contribuiu com a alocação de recursos para a Estação Ciência, motivo pelo qual teria decidido homenageá-lo, à época, com a honraria.

Bira que foi o autor da primeira propositura de homenagem ao governador do estado vizinho ainda alfinetou dizendo que o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho(PSB) tinha muito o que aprender com Campos.

 

O vereador Fuba (PT) foi contra e chamou de vergonha a aprovação do título.

 

Já o parlamentar da Capital João Almeida (Solidariedade) disse que a propositura não tinha nada demais para gerar tanto conflito na Câmara Municipal e lembrou que também foi aprovado com essas divergências a homenagem ao presidente da Energisa, em propositura do vereador Fernando Milanez (PMDB).

 

A vereadora Raíssa Lacerda (PSD) ficou indignada com a lembrança da homenagem ao presidente da Energisa, da qual ela foi contra e atacou os vereadores que aprovaram o título para quem ela julgou de injusto.

 

Vanessa de Melo com informações de Ytalo Kubitschek

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bolsonaro comenta postagem sobre esposa do presidente da França e é criticado

Jair Bolsonaro fez piada nas redes sociais com o fato da esposa do presidente francês, Emmanuel Macron, Brigitte, ser 24 anos mais velha que ele. No Facebook, um seguidor postou…

Especialista paraibano acredita que privatização dos Correios pode ser um desastre

A decisão do governo do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), no último dia 21.08 de que os Correios estariam entre as nove empresas que estão no Plano Nacional de…