Por pbagora.com.br

Denúncia sobre locação de veículos na ALPB põe gestão de Ricardo Marcelo em xeque

Integrante da bancada que dá sustentação ao Governo Ricardo Coutinho na Assembleia Legislativa da Paraíba, o polêmico deputado estadual Tião Gomes (PSL) ocupou a tribuna da Casa de Epitácio Pessoa, na manhã desta terça-feira (27) para denunciar, mais uma vez, a gestão do presidente Riccardo Marcelo. Dessa vez o alvo foram os gastos com locação e veículos e combustíveis na gestão do colega de parlamento.

O parlamentar acusou a gestão de Ricardo Marcelo de ter gasto mais combustível que a Petrobrás durante o período que administra Casa já que, conforme a denúncia, a presidência teria realizado um excesso de locação de veículos.

Gomes não poupou críticas ao presidente, com quem trava um embate desde qlue assumiu o parlamento. 

“O governador está totalmente certo quando diz que Ricardo Marcelo mente. Sob todos os aspectos, o presidente da AL odeia o governador Ricardo Coutinho (PSB) e faz tudo contra o Governo”, declarou.

Essa não é a primeira vez que o deputado Tião Gomes realiza denúncias contra o presidente da Assembleia. No início do mês de maio, em um pronunciamento contundente, Tião Gomes denunciou um suposto esquema no repasse da verba de gabinete para favorecer parlamentares ligados ao presidente da Casa, Ricardo Marcelo (PEN).

Tião revelou que alguns deputados têm sido beneficiados com o repasse de verba de gabinete oito vezes maior que parlamentares que não ‘rezam’ na cartilha do presidente Ricardo Marcelo. “Nós temos que ter equilíbrio em nossos gabinetes. Não é possível um deputado ter hoje, no gabinete, R$ 400 mil de gratificações, de contratos, enquanto outros têm R$ 50 mil. Não é possível mais continuar comandando essa Casa desta maneira. Nós queremos… abrir as questões dos gabinetes desse Poder, porque não é possível o que se conversa nos bastidores”, disparou.

Tião disse ainda que é preciso que a Assembleia Legislativa dê mais transparência a seus atos. “Nós queremos transparência senhor presidente… Nós temos que trazer novamente essa discussão, que é fundamental para nós. Nós não podemos mais… ser tratados como de segunda classe e aqueles na situação do presidente serem tratados de primeira classe. Aqui todos nós somos iguais e os nossos gabinetes têm que ser iguais, porque não existe diferença”, sentenciou o deputado.

O deputado do PSL aproveitou para pedir que presidente Ricardo Marcelo administre a Assembleia de forma democrática. “O que nós sabemos bastidores… é que determinados deputados têm os gabinetes avantajados, enquanto a oposição (ao presidente Ricardo Marcelo) sofre aqui para minguar um pequeno gabinete e outros vivem aí rindo à toda de nós… Eu quero que essa Casa seja democrática, porque não é mais possível acontecer o que está acontecendo”, pontuou.


Redação 

Notícias relacionadas

Câmara Criminal mantém condenação de ex-prefeito de Nova Floresta

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba manteve a condenação do ex-prefeito de Nova Floresta, João Elias da Silveira Neto Azevedo. Na sentença, proferida pelo Juízo da 2ª…

Covid-19: Geraldo ratifica agradecimento ao Governo Federal sobre insumos e endossa relação republicana com adversários

“Estaria disposto a repetir o que eu disse”. A declaração é do secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, sobre o agradecimento público que fez ao governo federal no tocante…