Deputado estadual eleito diz que é cada vez mais difícil consenso entre grupos Ricardista e Maranhista na sucessão da ALPB: “O bate chapa é inevitável”

Impossível. Foi assim que o deputado estadual eleito para o seu 5º mandato, Tião Gomes (PSL), descartou a possibilidade de consenso para a postulação de uma chapa única na disputa pela Presidência da Assembléia Legislativa da Paraíba a partir de 2011.

Em entrevista ao PB Agora, na manhã desta sexta-feira (03), Gomes esclareceu que o grupo do governador eleito Ricardo Coutinho escolherá, através de uma decisão interna, entre ele, Lindolfo Pires (DEM) e Antonio Mineral (PSDB) e quem obtiver maioria irá disputar com Ricardo Marcelo (candidato de José Maranhão e Cícero Lucena).

“O grupo de Ricardo Coutinho hoje tem três candidatos, que sou eu, Lindolfo e Mineral, já o grupo de Zé Maranhão e Cícero Lucena tem apenas um candidato, que é Ricardo Marcelo, então um de nós três vai bater chapa com Marcelo”, avisou.

Para Tião Gomes, não existe nenhuma possibilidade de Ricardo Coutinho apoiar a candidatura de Ricardo Marcelo.

“O grupo de Ricardo Coutinho está coeso e até antes do Natal queremos estar decidindo quem de nós três irá disputar a presidência da Casa com Ricardo Marcelo”, finalizou.
 

 

 

Márcia Dias

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João explica como funcionará sistema de bandeiras com parâmetros na PB

Em live realizada na noite deste domingo (31), o governador João Azevêdo (Cidadania) anunciou a intenção do Governo do Estado em fazer a retomada gradual da economia, mas de forma…

Prefeitura de Sousa reabre hoje o comércio com horários diferenciados

Em comunicado a imprensa a Prefeitura de Sousa anunciou, a flexibilização do isolamento social no município, com isso o comércio local será reaberto a partir desta terça-feira (2). Com a…