Deputado estadual eleito diz que é cada vez mais difícil consenso entre grupos Ricardista e Maranhista na sucessão da ALPB: “O bate chapa é inevitável”

Impossível. Foi assim que o deputado estadual eleito para o seu 5º mandato, Tião Gomes (PSL), descartou a possibilidade de consenso para a postulação de uma chapa única na disputa pela Presidência da Assembléia Legislativa da Paraíba a partir de 2011.

Em entrevista ao PB Agora, na manhã desta sexta-feira (03), Gomes esclareceu que o grupo do governador eleito Ricardo Coutinho escolherá, através de uma decisão interna, entre ele, Lindolfo Pires (DEM) e Antonio Mineral (PSDB) e quem obtiver maioria irá disputar com Ricardo Marcelo (candidato de José Maranhão e Cícero Lucena).

“O grupo de Ricardo Coutinho hoje tem três candidatos, que sou eu, Lindolfo e Mineral, já o grupo de Zé Maranhão e Cícero Lucena tem apenas um candidato, que é Ricardo Marcelo, então um de nós três vai bater chapa com Marcelo”, avisou.

Para Tião Gomes, não existe nenhuma possibilidade de Ricardo Coutinho apoiar a candidatura de Ricardo Marcelo.

“O grupo de Ricardo Coutinho está coeso e até antes do Natal queremos estar decidindo quem de nós três irá disputar a presidência da Casa com Ricardo Marcelo”, finalizou.
 

 

 

Márcia Dias

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

2020: deputado aliado de João defende a unificação da oposição em CG

Pré candidato a prefeito de Campina Grande, o deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB), defendeu, nesse fim de semana, a unificação da oposição para enfrentar o candidato a ser apresentado pelo…

Vereadora acusa colega de desconhecer regimento da CMJP ao apresentar projeto contra atletas trans

Ao se unir a entidades LGBT e feministas a vereadora pessoense Sandra Marrocos (PSB), acusou a colega de parlamento vereadora Eliza Virgínia (PP), de desconhecer o regimento da casa ao…