O elevado número de servidores temporários contratados pela prefeitura de João Pessoa, voltou a chamar a atenção do Tribunal de Contas que, mais uma vez emitiu um alerta à gestão municipal para regularização dos contratos, caso contrário, terá que arcar com as sanções previstas na lei.

No alerta, o TCE avisa que esses são fatos que podem comprometer resultados na gestão financeira, orçamentária e patrimonal.

E ainda pede correção e prevenção para outros fatos, tais como ausência de registro em favor do Fundeb, impropriedade do registro das receitas do IPVA, entre outros. 

 

 Confira o documento



PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano viabiliza mais de R$ 13 mi para investimentos no combate à covid-19

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) conseguiu viabilizar recursos junto ao Ministério da Saúde da ordem de R$ 13.558.434,88 (Treze Milhões, Quinhentos e Cinquenta e Oito Mil, Quatrocentos e…

STF determina liberdade de prefeito que guardou propina da cueca, na Paraíba

A decisão foi do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), e resultou na libertação do prefeito afastado de Uiraúna, João Bosco Fernandes (PSDB), Bosco foi preso no…