Por pbagora.com.br

 Os índices de transparências dos portais das contas públicas orçamentária
dos 223 municípios paraibanas serão apresentados à imprensa na próxima
segunda-feira (09), às 14h30, em solenidade no Tribunal de Contas da
Paraíba, na data que se que se comemora o Dia Mundial contra a Corrupção.

 

O presidente do Tribunal de Contas da Paraíba conselheiro Fábio Nogueira
fará a apresentação do relatório final realizado por um grupo de trabalho
formado por técnicos do TCE, Ministério Público da Paraíba (MPPB),
Controladoria Geral da União (CGU) e Tribunal de Contas da União (TCU).

 

O estudo, coordenado pelo TCE, avalia o nível de clareza e qualidade de
dados contidos nos portais de informações públicas dos municípios sob três
critérios: conteúdo, frequência de atualização e facilidade de uso, que
receberão notas de zero a dez.

 

O projeto tem como base a Lei Complementar 131/2009 (LC 131), que obrigou a
divulgação, em tempo real na internet, de informações detalhadas sobre a
execução orçamentária e financeira dos governos.

 

A apresentação do estudo, que acontecerá no mini-plenário conselheiro
Adailton Coêlho Costa do TCE-PB, será antecedida do lançamento de dois
selos comemorativos, pela Empresa de Correios e Telégrafos, um deles
homenageia o aniversário de 10 anos da CGU e o outro faz alusão ao combate
à corrupção.

 

O estudo, realizado no mês de novembro, baseado em uma metodologia
desenvolvida por técnicos do TCE-PB, estará disponível para os 223
municípios paraibanos. Cada um deles tem a situação definida em um
formulário específico. O trabalho também será publicado no Portal do
Tribunal de Contas da Paraíba no www.tce.pb.gov.br para o conhecimento da
população.

 

A metodologia inicial de averiguação da situação dos municípios, em relação
ao cumprimento da Lei da Transparência, segundo informou o conselheiro
Fábio Nogueira, passou por adequações, graças a sugestões apresentadas pela
CGU, MPF, MPPB e TCU, órgãos integrantes do Fórum de Combate à Corrupção
(Focco).

 

O relatório, que passará a ser produzido periodicamente, será entregue
simbolicamente pelo presidente do TCE, conselheiro Fábio Nogueira, a um
conselheiro relator de contas de prefeitura; e pelo procurador-geral do
Ministério Público, Bertrand Asfora, a um procurador do patrimônio público.

 

Nos relatórios que serão entregues aos promotores de Justiça da Paraíba que
atuam nessa área, constarão informações sobre a situação das prefeituras
municipais em que atuam em relação ao cumprimento da Lei Complementar
131/2009 (que alterou a Lei de Responsabilidade Fiscal e versa sobre a
criação dos portais da transparência) e à Lei 12.527/2011 (“Lei de Acesso à
Informação”).

 

Além do diagnóstico sobre a situação dos portais da transparência do
executivo municipal, os promotores receberão, nesse kit, modelos de
recomendação, termo de ajustamento de conduta (TAC) e de ação civil pública
para que possam cobrar dos gestores o cumprimento dessas leis.

 

A partir da analise das Prestações de Contas Anuais do exercício de 2013,
segundo informou o conselheiro Fábio Nogueira, o cumprimento da Lei da
Transparência passa a ser item de averiguação passível de imputações,
podendo ensejar, inclusive, a reprovação das contas.

 

 

Ascom-TCE-PB

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Além de JP, outras 56 cidades realizam 2º turno neste domingo

Mais de 38 milhões de eleitores voltam às urnas no domingo (29) para eleger os prefeitos das 57 cidades brasileiras em que a disputa será definida no segundo turno. São…

Presidente do TRE-PB prevê resultado das eleições de 2º turno na capital até às 19h

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), o desembargador Joás de Brito Pereira, projetou uma apuração mais célere neste segundo turno da eleição em João Pessoa. “Acredito que…