Por pbagora.com.br

Pré-candidato do PSL à Presidência da República, o deputado federal Jair Bolsonaro (RJ) declarou nesta segunda-feira que será um “esculacho da Justiça” se o Supremo Tribunal Federal (STF) conceder liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso há mais de dois meses em Curitiba.

“Vai ser a Segunda Turma, né, que tem um histórico de soltar todo mundo. Espero que isso não venha a acontecer, afinal de contas ele não tem os requisitos mínimos ainda para mudar de regime, se bem que ele está buscando um habeas corpus. Seria uma esculacho da Justiça brasileira colocar em liberdade o senhor Lula”, disse Bolsonaro, que lidera as pesquisas de intenção de voto em cenários que não consideram o nome do petista entre os candidatos.

O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no STF, enviou para julgamento na Segunda Turma do Supremo um pedido de liberdade de Lula. Ele sugeriu ao presidente do colegiado, ministro Ricardo Lewandowski, que marque a análise do caso para o dia 26 de junho. A Segunda Turma do STF é composta por Fachin, Lewandowski, Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Celso de Mello.

A defesa o ex-presidente quer que o Supremo e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedam efeito suspensivo aos recursos movidos contra sua condenação a doze anos e um mês de prisão na operação. Com isso, os efeitos da sentença, incluindo a prisão de Lula, seriam suspensos até que o recurso especial ao STJ e o recurso extraordinário ao STF fossem julgados.

 

Veja

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ALPB realiza eleição do 1º vice-presidente nesta quarta-feira

A Assembleia Legislativa da Paraíba realiza, na próxima quarta-feira (12), uma Sessão Extraordinária para a Eleição do novo 1º vice-presidente da Casa. O Diário do Poder Legislativo trouxe nesta segunda-feira…

João pondera sobre retomada de aulas presenciais e elenca fatores de risco

“Ainda não é hora de voltar as aulas presenciais na Paraíba”. A declaração é do governador João Azevêdo (Cidadania), que justifica seu posicionamento como necessário para salvaguardar a vida dos…