A Paraíba o tempo todo  |
CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

STF arquiva inquérito contra Wellington Roberto

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o arquivamento do inquérito 2450 contra o deputado federal Wellington Roberto, que diz respeito a crime contra o patrimônio e estelionato. O arquivamento foi a pedido do Ministério Publico Federal.
 

O processo deu entrada no STF no dia 02 de janeiro de 2007. O parlamentar era acusado pelo MPF de crimes contra o patrimônio, estelionato e apropriação indébita.

Durante a tramitação, os autos foram encaminhados ao Departamento de Polícia Federal na Paraíba para realizar as investigações penais.

No dia 9 de dezembro de 2008, o relator do processo mandou ouvir o procurador-geral da República sobre os elementos produzidos nas investigações da Polícia Federal.

O MPF, no dia 17 de fevereiro de 2009, encaminhou petição requerendo o arquivamento do inquérito.

O outro lado

“Esse processo foi uma denúncia de um advogado com relação a uma empresa de meu pai, chamada Business Company. Ele envolveu o meu nome em uma acusação de evasão de divisas. Na verdade, trata-se de uma remessa de R$ 50 mil feita pelo Banco do Brasil para compra de farinha de trigo de uma empresa argentina, o Moinho Morixe, que não entregou a mercadoria”, disse o deputado. 

Wellington Roberto explicou que o pai entrou com ação ordinária de cobrança. “Apesar disso, o Banco Central avisou a Receita Federal sobre a saída de dinheiro e a não entrega da mercadoria. Se a Justiça tivesse analisado a cobrança ordinária, não haveria esse processo. O dinheiro saiu e não houve entrega de mercadoria porque o moinho da Argentina faliu.”

 

PB Agora

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe