A tão propalada impugnação de Cássio Cunha Lima (PSDB) no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) e no Tribunal Superior Eelitral (TSE) não para de render novos fatos. Na tarde dessa segunda-feira (29) o tucano recebeu mais uma pancada da Justiça.

Cássio esperava a aprovação do recurso de admissibilidade pelo presidente do TSE ministro Ricardo Lewandowski, que, caso fosse favorável, permitiria o processo subir ao STF. No entanto, a Procuradoria Geral Eleitoral e o Ministério Público Federal acabam de de proferir recomendação contrária.

O processo pode ser visto no site da PGE sob o número 459910.

Embargos foram rejeitados

Na semana passada, os ministros do TSE rejeitaram por maioria (6 a 1) os embargos declaratórios protocolados pelos advogados de Cássio Cunha Lima.

Na ocasião, o objetivo dos representantes jurídicos do tucano foi esclarecer alguns aspectos a respeito da última decisão da corte, também desfavorável, e assim fundamentar melhor o recurso visando ida da ação ao STF.

A defesa do tucano disse que mantém a esperança de validar o registro de candidatura de Cássio na próxima tentativa.

“Continuamos com a convicção de que o Supremo corrigirá o engano e garantirá o voto de mais de 1 milhão de paraibanos”, ressaltou Harrison Targino.

 

Redaçao

com Manchete da Hora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Detido em Mari suspeito de tráfico de drogas

A Polícia Militar prendeu, na tarde desta quinta-feira (15), um jovem de 19 anos que é suspeito de atuar em um esquema do tráfico de drogas, na cidade de Mari,…

PSB de saias se une por RC no comando do partido da Paraíba

Já são três parlamentares da ala feminina da sigla que levantam a bandeira para Ricardo Coutinho assumir comando da sigla na Paraíba  As divergências entre socialistas na Paraíba continuam apimentando…