O site de repercussão nacional “O Antagonista”, trouxe na edição desta segunda-feira (04), que os motivos que estão levando o senador e vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e seu filho o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB-PB) de se afastar do senador Aécio Neves (PSDB-MG) é em virtude do processo eleitoral de 2018, onde notaram que ficar próximo do ex-amigo, os prejudica eleitoralmente.

Cássio porém esquece que há poucos meses do o primeiro parlamentar a visitar o senador Aécio Neves, quando o mesmo foi afastado e sentenciado a permanecer em sua residência. Na época Cássio, prestou ao mineiro sua solidariedade pelas denúncias publicadas na imprensa de que o Aécio teria recebido R$ 2 milhões da JBS para o pagamento de um advogado na sua defesa na Operação Lava Jato.

A nota na coluna que pode ser vista no link abaixo traz: 
https://www.oantagonista.com/brasil/de-olho-em-2018-cassio-se-afasta-de-aecio/

De olho em 2018, Cássio se afasta de Aécio

O tucano Cássio Cunha Lima, vice-presidente do Senado, se afastou de Aécio Neves, quem considerava “um grande amigo”, porque não tem aparecido muito bem em pesquisas na Paraíba.

O mandato de ambos termina no ano que vem.

""

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sem mandato, Cássio garante que continuará colaborando com a Paraíba e classifica como remota tese de disputar PMCG

Sem mandato há seis meses, o ex governador e ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), praticamente afastou a possibilidade de disputar a prefeitura de Campina Grande nas eleições do próximo…

MPF ajuíza ação de improbidade contra prefeito do Sertão

O Ministério Público Federal (MPF) em Patos (PB) ajuizou ação de improbidade contra Aldo Lustosa, prefeito de Imaculada, município localizado no Sertão paraibano; mais oito pessoas (Dineudes Possidônio, Madson Lustosa,…