Nas eleições de 2018, o Democratas na Paraíba apostou em duas candidaturas antagônicas e saiu vitorioso. Na disputa estadual, militou em prol da eleição do governador João Azevêdo (PSB), já no âmbito nacional, no segundo turno, apostou na onda Bolsonarista e acertou.

Segundo o deputado federal Efraim Filho, principal estrela do DEM no Estado, a postura da legenda se coadunou com o sentimento externado pela população de João Pessoa, nas urnas, que deu majoritariamente a vitória tanto a João quanto a Bolsonaro, mesmo os dois estando em blocos adversários naquele embate. Os números não mentem.

“É natural que o militante mais ávido critique dizendo – como é que você apoia João aqui na Paraíba e Bolsonaro em Brasília. Mas foi assim que João Pessoa agiu e os números valem mais do que opiniões, basta ver quais foram os resultados da eleição em João Pessoa. Quem foi majoritário para eleição ao Governo – João. Quem foi majoritário para presidente – Bolsonaro. O cidadão fez uma escolha independentemente de ideologia. A escolha da democracia foi dá maioria dos votos a João e Bolsonaro. Então dizer que o DEM está na contramão, é o contrário”, ressaltou.

O parlamentar alerta que é justamente essa sintonia com o que o pessoense pensa que credencia a sigla para a disputa de 2020.

“O Democratas talvez seja dos poucos partidos que está em sintonia com o que pensa o cidadão de João Pessoa. E fez essa escolha antes, não foi depois que se elegeram não. É fácil ser adesista, mas conosco foi o contrário, nós construímos essas histórias, mantivemos a coerência e estamos colhendo os frutos dela. Por isso que acho que há o espaço para o DEM em João Pessoa ter candidatura própria porque está em sintonia com aquilo que pensa o cidadão. Nenhum partido está com a sintonia e a coerência que nós temos. O cidadão de João Pessoa fez escolhas, os números não mentem”, emendou.

Sobre a filiação do governador João Azevêdo (PSB), que acena para migrar para outra sigla, o parlamentar acredita que João não elegerá o DEM como primeira opção.

Não creio eu que será a opção inicial de João. Ele tem outras alternativas. A definição cabe a ele. Acho que o Democratas constrói de forma plural e coletiva esse projeto pensando na Paraíba.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cidadania e Podemos definem datas para a apresentação dos novos filiados

O mês de março promete ser bastante movimentado nos bastidores políticos, pelo menos para dois partidos na Paraíba, o Cidadania e o Podemos. Ocorre que ambos escolheram este mês para…

Eduardo Carneiro ressalta importância da nomeação de paraibana no INSA

A professora da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Mônica Tejo Cavalcanti, foi nomeada para dirigir o Instituto Nacional do Semiárido (INSA), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.…