Por pbagora.com.br

Após votar  o governador Ricardo Coutinho (PSB),  falou da dua decisão de escolher os dois senadores que iriam compor a chapa majoritária encabeçada por João Azevedo. Ele disse que aoe decidir não disputar o Senado,  tinha que oferecer o melhor a Paraíba”, e a escolha recaiu sobre Veneziano Vital do Rêgo (PSB), e Luiz Couto (PT).

 

Em entrevistas neste domingo, Ricardo explicou que os motivos que o levara, a optar por Veneziano e Couto na chapa encabeçada por João Azevedo (PSB).

“Eu acho que a campanha transcreveu dentro daquilo o que nós pensávamos. A grande preocupação nossa era oferecer dois nomes éticos, dignos, corretos e dentro de um projeto político. Não fizemos aventura de pegar alhos bom bugalho e dizer – junta aqui, junta os nossos dinheiros – e fazer aqui a nossa campanha. Eu achei sinceramente que eu ao decidir não disputar, eu tinha que tentar fazer de tudo para tentar oferecer a Paraíba o melhor que ela merece”, disse.

 

Ricardo comentou a respeito de uma chapa progressista, fato inédito dentro da política da Paraíba. Segundo o mesmo, eleger Veneziano e Couto é garantir que Azevêdo não sofra aquilo o que ele sofreu por falta de apoio no Senado.

“Primeiro, eu sei que nós vamos ter pela primeira vez uma chapa progressista para o Senado; isso nunca existiu em toda história do Senado da República aqui no Estado, que é conservadora. Segundo, dois senadores que irão e poderão ajudar João, eu sei o que eu sofri, eu sei o que eu passei e não quero que João passe por aquilo o que eu passei nesse sentido de apoio dentro do Senado”, afirmou o socialista.

Redação

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João pondera sobre retomada de aulas presenciais e elenca fatores de risco

“Ainda não é hora de voltar as aulas presenciais na Paraíba”. A declaração é do governador João Azevêdo (Cidadania), que justifica seu posicionamento como necessário para salvaguardar a vida dos…

Eleições 2020: PMCG tem pelo menos dez pré-candidaturas no páreo

A menos de três meses das eleições, a disputa pela prefeitura de Campina Grande já conta com pelo menos dez pré-candidaturas à sucessão municipal, mas nem todas  deverão se viabilizar…