Novo secretário chefe de Governo do Estado, o deputado licenciado Júnior Araújo (Avante), durante entrevista nesta segunda-feira (17), tratou como remota a possibilidade de um impeachment do governador João Azevêdo (Cidadania) e disse que a tese é o desejo apenas de meia dúzia de parlamentares de oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba. Apesar do pedido conter doze assinaturas, Araújo assegura que os demais deputados assinaram apenas para se solidarizar com a proposta, mas entendem que o pedido não deve avançar.

“Então não creio que isso venha a ser interrompido apenas por um desejo pessoal de meia dúzia de parlamentares, porque muitos que assinaram a CPI não acreditam no que possa trazer de novo, o impeachment também, apenas por ser da oposição, mas eu que tenho relação com os colegas, eles sabem que assinam muito mais por ser da oposição, muito mais por ser solidário com um colega, do que por acreditar que seja possível afastar o governador, principalmente por uma motivação que ele não contribuiu para tal”, ressaltou.

Para o parlamentar, se a oposição deseja um novo governador, deverá esperar por 2022, quando haverá novas eleições estaduais.

“A articulação é de cada um com suas responsabilidades. Nós apenas vamos cobrar que os deputados tenham discernimento, tenham a responsabilidade como exercício da sua função. Isso é uma pauta que só trás prejuízos para o Estado da Paraíba. Quem quiser mudar o governador vai ter que esperar para as eleições de 2022, porque o governador foi eleito em primeiro turno, com votação histórica e o governo vem trabalhando a todo vapor”, emendou.

Nesta manhã Júnior Araújo participou pela primeira vez, na qualidade de secretário, da agenda administrativa do governador em Santa Rita, onde reforçou sua posição política em prol da Paraíba.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vereador João Corujinha se filia ao Progressistas

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, João Corujinha, que havia deixado o comando do DC na  Paraíba, assinou neste sábado (4), sua ficha de filiação no Progressistas. Corujinha…

Galdino não descarta prorrogar suspensão das atividades na ALPB pela 2ª vez: “Vamos acompanhar a decisão do Governo”

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, nesse fim de semana, não descartou a possibilidade de ampliar o prazo de suspensão das atividades presenciais. A Assembleia também…