Foto: Nyll Pereira / ALPB

O secretário de Saúde do Estado da Paraíba, Geraldo Medeiros, voltou a negar, durante entrevista essa semana a existência de articulações envolvendo o nome dele para a disputa pela prefeitura de Campina Grande, em 2020. Segundo ele, esse assunto ainda não foi discutido nem com a sua família nem com o governador João Azevedo (PSB).

“Quem faz gestão pública em saúde nesse país tem que ter como uma missão servir a sociedade, porque realmente é uma tarefa árdua, e no Estado da Paraíba está cada vez mais difícil”, disse, ao desconversar sobre a disputa.

Apesar de tergiversar sobre o tema, o secretário Geraldo admitiu que ter o nome lembrado para concorrer em 2020 o envaidece, mas que se trata do reconhecimento do trabalho realizado ao longo de oito anos no Hospital de Trauma e, atualmente, na secretária de saúde. “Mas isso nunca foi discutido com o governador”, disse.

Quando questionado se as especulações sobre seu nome não está causando ciumeiras entre os aliados, Geraldo minimizou: “A gente tem que responder essas pessoas com trabalho, com honestidade e com o reconhecimento do povo, é isso que prevalece na nossa missão de gerir a saúde do Estado”.

Em tempo

Já ontem, quinta-feira (17), em entrevista á TV Itararé, Medeiros deu a entender que se o governador avalizar a ideia e o povo acatar a proposta, ele não fugirá ao desafio.

“A tarefa na pasta da sapude é tão intensa, além do mais seria uma deselangância com o governador que nos convidou há pouco para assumir aquela pasta, nós estarmos pensando em atividade política. Mas é lógico que isso no devido tempo será conduzido pelo governador, pelos partidos aliados e tem que combinar com o principal que é o povo”, disse.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ciro Gomes abre portas do PDT para João e diz que RC ainda é uma grande força

Após Marina Silva (Rede), mais um ex-presidenciável manifestou interesse de contar com o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), em seu partido. Agora foi a vez de Ciro Gomes, do…

ANÁLISE – Novo partido para João: todo mundo quer, mas é ele quem decidirá sua futura sigla

A democracia, a livre expressão de opiniões, o direito ao tão propalado contraditório é regra básica para o bom convívio dos pares e ímpares. E tal premissa vale, de maneira…