“Se fosse hoje eu disputaria o Senado Federal”. A declaração é do ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), que, pela primeira vez, admitiu publicamente a vontade de hoje ser Senador da República. Segundo o socialista, a afirmação não se trata de um arrependimento, mas sim de uma análise do quadro atual  a fim de potencializar as discussões políticas no cenário nacional.

“Olha, eu acho que cada momento é um momento. Se fosse hoje as eleições eu iria disputá-la. Eu olho o cenário nacional, vejo as coisas acontecendo, vejo a necessidade de potencializar a discussão política dentro Senado. Eu percebo isso. Se fosse hoje, não é mais hoje evidentemente, portando não é uma questão de arrependimento, mas se fosse hoje, naquele quadro, eu disputaria o Senado sim e lutaria muito para representar o meu estado, o nosso povo no Senado Federal”, ressaltou.

Na disputa de 2018 Ricardo era tido como franco favorito para uma das vagas no Senado Federal, mas decidiu permanecer no mandato de governador, até dezembro, a fim de assegurar a vitória do sucessor, João Azevêdo (PSB). Para o Senado, apoio o socialista Veneziano Vital, que acabou sendo o mais votado, e também o petista Luiz Couto, que fico como terceiro colocado na disputa.

As declarações de Ricardo repercutiram no programa Correio Manhã, nesta sexta-feira (30).

 

 

PB Agora

Total
5
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim anuncia investimentos de 900 milhões de dólares para infraestrutura na Paraíba

O deputado Efraim Filho (DEM/PB), coordenador da bancada da Paraíba no Congresso Nacional, participou de uma reunião, nesta terça-feira (12), no Ministério do Desenvolvimento Regional, juntamente com investidores para discutir…

Cida Ramos descarta interferência de Lula na crise do PSB-PB

A deputada estadual Cida Ramos, do PSB, descartou, durante entrevista à reportagem do PB Agora, nesta terça-feira (12), a possibilidade de o ex-presidente Lula (PT) agir como um ‘pacificador’ para…