O ex-presidente municipal do PSB em João Pessoa, Ronaldo Barbosa, avaliou durante entrevista à Rádio Correio, que o que ocorreu na sigla na Capital paraibana, com a renúncia em massa dos diretorianos, que culminou com a dissolução, foi uma reação em massa após ele próprio ter renunciado ao cargo que ocupava na legenda.

“A renúncia é um ato individual. Isso começou desde a semana passada eu fui o primeiro a pedir a renúncia e externei minha insatisfação e isso ocorreu em cadeia de forma generalizada porque as pessoas até hoje querem saber qual foi o motivo dessa discórdia toda.Não havia necessidade de se fazer esse golpe aí a revolta foi geral” disse.

Ronaldo ainda declarou que o diretório de João Pessoa era atuante e que a militância não iria engolir qualquer coisa a qualquer custo, mesmo que as decisões partissem da Nacional.

“O diretório nunca deixou de funcionar, tem uma militância forjada na luta e é uma militância que não engole as coisas assim de garganta adentro não. Foi uma reação em cadeia contra o autoritarismo que ocorreu na intervenção estadual” revelou.

Enfático, Barbosa questionou ainda onde o governador João Azevêdo (PSB) teria errado para que segundo ele, Estela, Gervásio e Ricardo Coutinho, ficassem contra o gestor.

“Eu pergunto: João Azêvedo errou aonde? Ao contrário, agora se alguém quiser governar com o CPF de João não vai conseguir nem iria nunca, porque o governador eleito pelo povo chama-se João Azevêdo” disparou.

 

PB Agora

Total
4
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cientista político paraibano elenca motivos da baixa quantidade de mulheres eleitas na política

As regras da Justiça Eleitoral que buscam resguardar cotas mínimas de candidaturas femininas e de recursos financeiros a elas ainda não são garantia de que mais mulheres serão, efetivamente, eleitas…

Mais um filiado ao PSL/PB ignora Julian e admite deixar legenda se Bolsonaro sair da sigla

Apesar de o deputado federal Julian Lemos, atual presidente do PSL na Paraíba, atestar que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não tem intenção de se desfiliar da legenda diante do…