Por pbagora.com.br

Saúde: Maranhão recebe equipamentos avaliados em R$ 120 milhões, na divisa com Pernambuco

“A Paraíba está vivendo um novo tempo’. Assim, o governador José Maranhão recepcionou, na tarde desta segunda-feira (12), um comboio com 17 carretas lotadas de equipamentos hospitalares. A carga será usada para equipar dez hospitais da rede pública e está avaliada em R$ 120 milhões. O governador José Maranhão foi pessoalmente até o Posto Fiscal de Cruz de Almas, instalado perto do município de Pitimbú (PB), na divisa com Pernambuco, recepcionar a chegada dos aparelhos. Ele chegou ao local acompanhado pelos secretários José Maria de França (Saúde), Marcelo Weick (Casa Civil) Sales Gaudêncio (Educação) e Lena Guimarães (Comunicação).

Demonstrando muita satisfação com a chegada do comboio, o governador destacou que os equipamentos irão mudar a situação caótica em que ele encontrou a maioria dos hospitais da rede estadual. “Boa parte desses equipamentos é importada, mas virão outras carretas com aparelhos de indústrias nacionais. Eles irão equipar hospitais que foram encontrados por minha gestão completamente sucateados, sem a mínima condição de uso, porque não tiveram investimentos e nem atenção da gestão anterior”, declarou Maranhão.

Novo tempo – O governador também anunciou que o Estado está reaparelhando as unidades da segurança pública e da educação. “Estas carretas estão trazendo equipamentos para a área hospitalar e, daqui a pouco tempo, veremos as mesmas carretas com material para as escolas e para a segurança pública. Estamos investindo mais de R$ 45 milhões para melhorar a Polícia Científica, adquirindo equipamento de proteção ao policial para enfrentar as situações de grande risco. De maneira que podemos dizer que a Paraíba está vivendo num tempo novo, em que os paraibanos estão vendo os serviços na saúde, educação e segurança pública”, completou.

Prioridade – O secretário José Maria de França disse que os investimentos feitos na construção, reforma e reaparelhagem dos hospitais mostram que a saúde está entre as prioridades do governo. Ele ainda destacou que o Estado voltou a investir o percentual de 12% nas ações de saúde. “Graças a esse percentual investido é que o governo tem condições de fazer a compra de equipamentos. Isso significa anualmente cerca de R$ 150 milhões. É com esse dinheiro que está sendo usado para construir e equipar os hospitais, além dos recursos que o governador conseguiu através do empréstimo com o BNDES, que foram na ordem de R$ 84 milhões”, comentou.

“Tudo isso está dando condições para que os hospitais sejam concluídos. É bom lembrar que esses hospitais começaram a ser construídos em 2002 e passaram sete anos sendo deteriorados. Tivemos que refazer projetos, novos convênios, novas contratações. Então, agora, estamos vivendo num novo tempo, como colocou o governador”, completou.

Distribuição – As 17 carretas ficaram estacionadas às margens da BR-101, enquanto a comitiva do governador fazia a vistoria dos veículos. Dentro dos caminhões havia toneladas de equipamentos médicos, ambulatoriais e cirúrgicos. Entre eles estavam mesas ortopédicas, carros de anestesia, mamógrafos, bisturis elétricos e aparelhos de ultrassonografia. Os aparelhos serão entregues a hospitais de João Pessoa, Campina Grande, Itabaiana, Queimadas, Itapororoca, Taperoá, Pombal, Monteiro, Patos, Pedras de Fogo e São Bento.

Remessas de equipamento já têm chegado à Paraíba há alguns meses, mas esta é a primeira vez que uma quantidade tão grande de aparelhos é entregue de uma só vez no Estado.

Educação – Enquanto recepcionava a chegada do comboio de 17 carretas de aparelhos hospitalares, o governador José Maranhão também lembrou investimentos feitos na área da educação. “Adquirimos veículos para fazer o transporte escolar e uma grande parcela de material escolar, principalmente, carteira, birôs e mobiliário, tudo de primeiro mundo. São carteiras modernas, ergonômicas e resistentes e não carteiras de segunda classe que se colocavam em escolas públicas. Estamos trabalhando com carteiras anatômicas que permitem o estudante se sentar e assistir a aula com conforto, sem aquelas dores decorrentes da cadeira. Essa é a iniciativa desse governo”, acrescentou.

Assessoria
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Twitter diz que post de Bolsonaro sobre ‘tratamento precoce’ da Covid viola regras

Rede social colocou alerta sobre ‘publicação de informações enganosas’. Este tipo de medida restringe a circulação do tuíte, mas ele continua disponível na rede social. O Twitter colocou por volta…

Efraim Filho destina quase R$1 milhão para construção de matadouro na PB

O prefeito de São Bento, Jarques Lúcio da Silva II, assinou, Na última quarta-feira (13), um contrato de repasse com a Caixa Econômica Federal (CEF), no valor de R$ 995.000,00…