Na Paraíba, dos 35 partidos políticos com registros no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os que mais ganharam filiados para disputa eleitoral deste ano foram o PV, PT, PSL, PC do B, PSDC, PROS e PSD. Já os que mais perderam filiados foram o PR, PDT, DEM, PTB, MDB, PPS, PMN e PP. O número de filiados foi ampliado em 2.461 eleitores, chegando a 349.466 (12,3% do eleitorado paraibano).

 

O número de filiados é relativo a abril deste ano, após a finalização do prazo de filiações e também da janela para mudança de legendas pelos parlamentares, no último ano de mandato, que aproveitaram para migrar para outra sigla sem ser alcançado pela infidelidade partidária. E o comparativo é em relação aos meses de março a abril.

 

Conforme o levantamento, o PV, que conta atualmente com 6.171 filiados, que foi o partido para onde migrou o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, e seu grupo político, de março para abriu recebeu 770 filiações em todo o Estado, registrando um aumento de 14,26%. Em março contava com 5.401 filiados em seus quadros.

 

O PT, que passou a contar com 29.075 filiados, recebeu 578 filiações, o que representou um crescimento de 2,03. Em março a sigla contava com 29.497 filiados. O PSL, que em março registrava 7.810 filiados, passou para 8.315, em abril, com a filiação de 505 eleitores, o que representou um crescimento de 6,47%.

 

O PCdoB recebeu 174 filiados, passando de 7.279 filiados para 7.453, o que representou um aumento de 2,39%. O PSDC, que contava com 4.847 filiados chegou a abril com 5.003 integrantes, ao receber 156 novos filiados, o que representou um aumento de 3,22%. O PROS, passou de 1.490 filiados para 1.643, com a chegada de 153 integrantes, o que representa um crescimento de 10,27%. O PSD, registrou um aumento de 1,18%, porque passou de 9.780 filiados para 9.895, ao receber 115 filiações.

 

Entre os que perderam filiados o PR, comandado no Estado pelo deputado federal Wellington Roberto, lidera com a perda de 131 filiados de março para abril, o que representou uma redução de 0,75%, ao sair de 17.469 filiados, para 17.338.

 

Em seguida vem o PDT, que perdeu 62 filiações, a ter seus quadros reduzidos de 16.325 para 16.263, o equivalente a menos 0,38%. O DEM perdeu 37 filiados, a passar de 35.799 para 35.762, o correspondente a menos 0,10%. O PTB teve uma redução de 29 filiados, passou de 21.511 para 21.482, um percentual de menos, 0,13%. Em seguida veio o MDB, que registrou uma baixa de 19 filiados, saindo de um quadro de 49.949, para 4.930 filiados, perdendo apenas 0,04%.

 

Já o PSC, comandado pelo deputado federal Marcondes Gadelha, perdeu 18 filiados, ao passar de 6.279 para 6.261 filiados, com uma perda de 0,29%. O PPS, perdeu 15 filiados, saindo 8.361 para 8.346, com uma redução de 0,18%.

 

 

Redação

Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Carlos Bolsonaro diz que líder do PSL no Senado é “bobo da corte”

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) compartilhou neste domingo (13) uma mensagem no Twitter na qual classifica como “bobo da corte” o líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP). “Este…

Seleção empata contra Nigéria e mantém sequência de quatro jogos sem triunfo

A Seleção Brasileira empatou em 1 a 1 mais um amistoso, neste domingo (13), contra o time da Nigéria. O jogo aconteceu em Singapura, às 9h de Brasília. Com o…