A Paraíba o tempo todo  |

Ruy emite nota e diz não aceitar liderança de Manoel Ludgério

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O deputado estadual Ruy Carneiro (PSDB), ex-secretário de Esportes do governo Cássio, declarou na manhã desta quarta-feira (20) que não reconhece mais o deputado Manoel Ludgério, do PDT, como líder da bancada de oposição na Assembléia. Ruy emitiu nota nesta quarta alegando que as declarações de Ludgério, insinuando apoio ao projeto do prefeito Ricardo Coutinho, contrariam frontalmente o projeto do grupo ligado ao ex-governador Cássio de apoio à candidatura do PSDB em 2010.

Ligado ao senador Cícero Lucena, presidente estadual do PSDB e pré-candidato ao governo do Estado, o deputado declarou que respeita o posicionamento de cada liderança política do grupo, mas afirmou que não pode ser liderado por quem defende teses contra o projeto do PSDB. Ele classificou as declarações de Manoel Ludgério, que foi ao Sistema Correio defender apoio à candidatura do prefeito Ricardo Coutinho, de “precipitada” e “inoportuna”.

Segundo Ruy Carneiro, as declarações do líder da bancada de oposição na Assembléia apenas contribuem para a divisão do grupo “num momento em que a unidade é fundamental para o sucesso político e eleitoral de todos, rigorosamente de todos que se opõem ao governo ilegítimo que nos foi imposto”.

 VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA

 Diante de declarações do deputado estadual Manoel Ludgério (PDT), acerca do processo sucessório estadual, o deputado Ruy Carneiro (PSDB) afirma: “respeito o direito de externar e defender quaisquer conveniências pessoal ou de seu partido. Mas, já não o reconheço como meu líder na Assembléia Legislativa da Paraíba, vez que seu posicionamento contraria e nega frontalmente o projeto político do PSDB e de nossos aliados tradicionais. Essas declarações são precipitadas e inoportunas e só contribuem para dividir as oposições no momento que a unidade é fundamental para o sucesso político e eleitoral de todos, rigorosamente de todos os que se opõem ao governo ilegítimo que nos foi imposto”.

 

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe