Por pbagora.com.br

Preocupado com a situação de dificuldades financeiras enfrentadas por pequenos comerciantes e vendedores autônomos durante a crise do coronavírus, o deputado federal cobrou neste domingo (22) que as prefeituras da Paraíba suspendam por três meses a cobrança das taxas de ocupação e uso do solo em feiras livres, mercados públicos, quiosques e shoppings populares.

“São milhares de pessoas que estão impossibilitados de trabalhar e de sustentar suas famílias. É urgente que se criem as condições para amenizar a situação grave vivida por elas”, defende Ruy.

Com relação aos vendedores ambulantes cadastrados nos municípios, Ruy Carneiro defende que seja estabelecida uma ajuda financeira, também pelo período de 90 dias, até que o país tenha superado a fase mais grave de isolamento social por causa da Covid-19.

“Tenho recebido diversos telefonemas nas últimas horas de vários representantes dos comerciantes e do comércio informal, da associação dos vendedores ambulantes e estamos cobrando das prefeituras uma atitude urgente em relação a esses casos específicos”, acrescenta.

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais um prefeito paraibano é internado com covid-19

Após o prefeito Francisco Dutra (Barão), do município de Brejo do Cruz, ser internado em decorrência da contaminação pelo novo coronavírus, mais um gestor municipal foi hospitalizado por causa da…

Opinião: a força de Marcos Vinícius no cenário das eleições em João Pessoa

As vitórias, os avanços, recuos e recomeço estão impregnados no ser humano. Muitas vezes é preciso ser como as ondas do mar, recuar para ganhar força. E assim fez o…