Após especulação feita pela mídia nacional apontando aliança entre o Democratas (DEM) e o Partido dos Trabalhadores (PT) na Paraíba em prol da candidatura de João Azevedo (PSB) ao Governo do Estado em 2018, o presidente do partido dos girassois no estado, Edvaldo Rosas, procurou minimizar as declarações feitas pelo presidente petista na Paraíba sobre o DEM.

De acordo com Jackson Macedo, a junção CEM / PT não passa de especulação, já que seu partido não tem a mínimia intenção de subir ao mesmo palanque que os 'golpistas', segundo ele. "O PT não vota em golpista, nem vota em Efraim para senador", afirmou.

Com o intuito de pôr 'panos quentes' e propor a união entre as legendas, Edvaldo Rosas afirmou que ainda é cedo para pensar em nomes para a majoritária acompanhando João Azevedo. "O PSB tem nome para governador, agora a composição da chapa majoritária é um processo que vai ser construído com todos os partidos. Vejo o nome de Efraim como um bom nome. Vejo o nome de Couto como um bom nome. O projeto maior que é manter a Paraíba como está se sobrepõe a esse debate nacional", argumentou.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bancada acolhe solicitações de emendas para o LOA 2020 de obras estruturantes na PB

De acordo com o coordenador da bancada da Paraíba no Congresso Nacional, deputado Efraim Filho (DEM/PB), na reunião de ontem (22), o colegiado decidiu por obras estruturantes. “As prioridades de…

Especialista critica excesso de partidos na Paraíba: “Termina prejudicando”

O cientista político Lúcio Flávio Vasconcelos, doutor em história política pela Universidade de São Paulo (USP) e professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), afirmou, em entrevista a imprensa esta…