O presidente estadual do Cidadania, atual partido do governador da Paraíba, João Azevêdo, Ronaldo Guerra, negou, em contato com o portal PB Agora, na tarde desta sexta-feira (21), qualquer sondagem que a sigla estaria fazendo em Campina Grande no intuito de filiar e confiar ao ex-deputado estadual Bruno Cunha Lima a direção do partido na Rainha da Borborema.

Sucinto, Ronaldo afirmou que não há nenhuma projeção neste sentido em Campina e que não apenas o Cidadania não teria entrado em contato com Bruno, como também o ex-chefe de gabinete de Romero Rodrigues também não o procurou.

“Para mim essa informação é novidade, eu não estou sabendo de nada. Nem Bruno me contactou nem eu entrei em contato com ele” declarou.

As informações que movimentaram os bastidores da política na Paraíba na manhã de hoje, e que foram negadas por Guerra, davam conta de que Bruno Cunha Lima também estaria sendo cortejado pelo Cidadania para disputar a Prefeitura Municipal de Campina Grande, mesmo com vários aliados do Governo, a exemplo do Podemos e do PCdoB com pré-candidaturas lançadas.

Cunha Lima está sem partido desde 2018, quando deixou o Solidariedade.

 

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ALPB aprecia hoje decretos de calamidade de mais de 50 cidades

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) vai realizar, nesta quarta-feira (8), às 10h, sessão extraordinária, de forma remota, para apreciar decretos de Calamidade Pública e de emergência encaminhados à Casa…

Veneziano propõe projetos para minimizar efeitos de pandemia no Brasil

Empenhado em ajudar a conter o avanço do novo coronavírus, o Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) apresentou dois Projetos de Lei que minimizam os efeitos da Covid 19. O…