O presidente estadual do Cidadania, atual partido do governador da Paraíba, João Azevêdo, Ronaldo Guerra, negou, em contato com o portal PB Agora, na tarde desta sexta-feira (21), qualquer sondagem que a sigla estaria fazendo em Campina Grande no intuito de filiar e confiar ao ex-deputado estadual Bruno Cunha Lima a direção do partido na Rainha da Borborema.

Sucinto, Ronaldo afirmou que não há nenhuma projeção neste sentido em Campina e que não apenas o Cidadania não teria entrado em contato com Bruno, como também o ex-chefe de gabinete de Romero Rodrigues também não o procurou.

“Para mim essa informação é novidade, eu não estou sabendo de nada. Nem Bruno me contactou nem eu entrei em contato com ele” declarou.

As informações que movimentaram os bastidores da política na Paraíba na manhã de hoje, e que foram negadas por Guerra, davam conta de que Bruno Cunha Lima também estaria sendo cortejado pelo Cidadania para disputar a Prefeitura Municipal de Campina Grande, mesmo com vários aliados do Governo, a exemplo do Podemos e do PCdoB com pré-candidaturas lançadas.

Cunha Lima está sem partido desde 2018, quando deixou o Solidariedade.

 

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Romero deve liberar bares, restaurantes e academias nas próximas semanas em CG

Por meio de sua assessoria o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, com base no relatório técnico do Governo do Estado, deve anunciar um decreto com a nova fase de…

Presidente do PT-PB aponta “guerra das oligarquias” dentro do grupo de Romero

Por meio das suas redes sociais o presidente estadual do PT-PB Jackson Macedo voltou ontem (09), a usar uma matéria do portal, para expressar seu lamentos sobre o que estipulou…