Rômulo Gouveia esquece discurso ‘camarada’, parte para o confronto e defende saída de Cícero da presidência do PSDB para que Cássio assuma

Sem qualquer constrangimento, o vice-governador eleito Romulo Gouveia (PSDB) não mediu palavras para condenar a permanência de Cícero à frente do PSDB, em entrevista nesta sexta-feira (05). Para o ainda deputado federal, é indispensável que haja mudanças na condução da legenda e que essas irremediavelmente coloquem Cássio na liderança do tucanato da Paraíba.

Preocupado com o racha visível no grupo, Rômulo afirmou que não há no partido nome melhor que o do ex-governador para ocupar o posto de presidente, tendo em vista que conseguiu ser eleito senador inclusive com o voto dos dissidentes.

“Considero o nome de Cássio como aquele que unifica. Por tudo isso ele merece ocupar o cargo”, destacou.

No momento em que avaliava a gestão de Cícero à frente do PSDB, Rômulo deixou claro que para ele não há mais razão do senador continuar como presidente do partido.

“Cícero já cumpriu seu papel e sua missão. É importante que haja alternância no comando. No país inteiro o PSDB é comandado por diretórios provisórios nos Estados. Aqui na Paraíba é importante que saibamos o momento de mudar para aglutinar”, enfatizou.

 

Luis Alberto Guedes

PB agora
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cientista político paraibano elenca motivos da baixa quantidade de mulheres eleitas na política

As regras da Justiça Eleitoral que buscam resguardar cotas mínimas de candidaturas femininas e de recursos financeiros a elas ainda não são garantia de que mais mulheres serão, efetivamente, eleitas…

Vereadores de JP se reúnem na Prefeitura e Consulado do Brasil em Los Angeles

Potencial econômico da Paraíba foi exposto para autoridades americanas e brasileiras