Por pbagora.com.br

Diplomacia. Um dos momentos constrangedor durante a solenidade de entrega do Complexo Habitacional Aluízio Campos em Campina Grande, foi a vaia que o “público” deu na vice governadora Lígia Feliciano (PDT), no momento em que ela discursou, e afirmou estar representando o governador João Azevedo (PSB). A vaia chamou atenção do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), que e seu pronunciamento, fez menção a participação da vice governadora no evento.

O prefeito Romero Rodrigues (PSD), oposição à gestão atual do governo paraibano, também reprovou a vaia. Em entrevista concedida à Rádio Caturité, ele afirmou que situações como estas não estão no controle da organização do evento, e pediu desculpas a vice governadora.

– Eu estava tentando acenar para as pessoas para que elas parassem. A gente tem o costume e a formalidade de receber todo mundo super bem, as vaias não foram para a vice-governadora, e talvez tenham sido para o governo. Infelizmente nós não temos o controle disso, eu peço desculpas a vice-governadora, mas a gente não pode responder pelas pessoas. Agora é virar essa página, eu tenho um respeito e um carinho de forma muita intensa pela vice-governadora e o deputado Damião – afirmou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian Lemos crítica Bolsonaro: “O homem que está no poder, não é o que elegemos”

O deputado federal Julian Lemos, do PSL, usou seu perfil numa rede social para para fazer um desabafo a respeito do presidente da República, Jair Bolsonaro. Na postagem, Julian critica…

Twitter diz que post de Bolsonaro sobre ‘tratamento precoce’ da Covid viola regras

Rede social colocou alerta sobre ‘publicação de informações enganosas’. Este tipo de medida restringe a circulação do tuíte, mas ele continua disponível na rede social. O Twitter colocou por volta…