Por pbagora.com.br

O ex-prefeito da cidade de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), avaliou durante entrevista ao programa Correio Debate nesta quinta-feira (11) a tese ventilada pelo deputado Manoel Ludgério sobre um grande pacto em torno das eleições de 2022 que contaria com a união entre o governador João Azevêdo e o próprio Romero Rodrigues.

De acordo com Romero, apesar de ser do seu partido, Ludgério tem o direito de pensar com a própria cabeça e tirar suas próprias conclusões sobre as conjecturas políticas, porém ele não precisa aceitá-las em sua totalidade.

Romero disse ainda que respeita o posicionamento de Ludgério e sequer recrimina as declarações do colega de partido.

“Ele é do meu partido mas pensa com o juízo dele não é com o meu, ele pensa com a cabeça dele e eu não vou recriminar Ludgério por conta dessa declaração pelo contrário, porque ele falou bem de mim então não tem razão nenhuma de eu recriminá-lo por isso” declarou.

PB Agora

Notícias relacionadas

Câmara de João Pessoa volta às sessões remotas por conta do avanço da covid-19

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) passará a ter sessões e reuniões de comissões de apenas remotas a partir desta terça-feira, 9. A medida foi adotada pelo presidente da…

Opinião: sem pressa para decidir futuro partidário, Nilvan segue no MDB apenas como ‘observador’

Após ter sido derrotado nas eleições de 2020 na disputa pela prefeitura de João Pessoa, o radialista Nilvan Ferreira (MDB) – ferrenho oposicionista da gestão estadual – viu seu principal…