Mesmo fora da ‘festa’ da diplomação, Rodrigo não pensa em consequências e manda recado para deputados eleitos: “PT não pode compor esse governo!”

Após ficar de fora da festa da diplomação dos eleitos, que ocorre logo mais às 17h desta sexta-feira, o presidente do PT, deputado estadual Rodrigo Soares, cobrou dos deputados eleitos pela bancada uma postura de oposição ao governo de Ricardo Coutinho (PSB). O parlamentar recomendou que, a partir de janeiro de 2011, os deputados Luciano Cartaxo, Anísio Maia, Frei Anastácio e Luiz Couto devem seguir o posicionamento do Partido dos Trabalhadores.

“Fizemos três deputados estaduais e um deputado federal. Eu espero que eles sigam a posição do nosso partido e se mantenham na oposição. Ricardo Coutinho foi eleito contra a vontade do PT e de forma ética, correta e transparente com a sociedade o partido não pode vir a compor com esse governo por que isso seria um plágio eleitoral, pois ele está do lado oposto ao nosso”.

Mesmo contra a vontade do presidente do partido, que na última eleição foi candidato a vice-governador na coligação derrotada do governador José Maranhão (PMDB), os deputados do PT já estão sinalizando uma aproximação com o próximo gestor estadual. Na eleição, o deputado federal reeleito Luiz Couto fez campanha aberta para Ricardo Coutinho contrariando a decisão do partido.

Rodrigo ressaltou que a legenda do partido não deseja ocupar nenhum dos cargos disponibilizados no futuro governo por que tem responsabilidade com o Estado. “O partido precisa cumprir seu papel de oposição. Não desejamos nenhum dos cargos por que temos reciprocidade com o Governo Federal e responsabilidade com a Paraíba”.
 

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: Galdino acredita na reconciliação de RC e João, e PSB sabe a importância dos líderes para 2020

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), deu a senha que aterroriza alguns setores da política paraibana. A real possibilidade do ex-governador Ricardo Coutinho, e seu sucessor,…

Sem mandato, Cássio garante que continuará colaborando com a Paraíba e classifica como remota tese de disputar PMCG

Sem mandato há seis meses, o ex governador e ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), praticamente afastou a possibilidade de disputar a prefeitura de Campina Grande nas eleições do próximo…