O candidato a senador pelo MDB, Roberto Paulino confirmou durante entrevista a uma emissora de rádio de João Pessoa na manhã desta quinta-feira (27), que o seu voto no candidato da sigla à presidência da República, Henrique Meirelles ainda não está totalmente definido.

Entre um dos motivos alegados por Paulino é de que ele não sente "cheiro de povo" no companheiro de legenda.

Mesmo mostrando reticência, o candidato ao Senado declarou que por questões partidárias poderá fazer a opção por Meirelles no primeiro turno e no segundo deverá avaliar as opções.

"O candidato precisa ter cheiro de povo, mas ele não tem. É um nome que merece respeito e como é do meu partido eu acho que vou votar nele. No segundo turno aí sim eu vou pensar qual o melhor caminho que eu devo tomar" disse.

Recentemente Paulino declarou sentir vergonha da sigla a nível nacional, mas declarou que na Paraíba o partido é diferente.

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian ironiza facada de Bolsonaro e diz que partido virou máquina milionária

Um áudio vazado de uma reunião entre membros do PSL de Aracaju (SE) com a presença do vice-presidente nacional e presidente da sigla na PB o deputado federal Julian Lemos…

Após Dra. Paula, mais um oposicionista deve tirar licença na Assembleia

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba deve registrar mais uma alteração, após a o pedido de licença da deputada Dra. Paula (PP). Quem deve afastar-se da Casa…