Por pbagora.com.br

RIO – No Senado desde fevereiro, quando assumiu a vaga do governador José Maranhão (PB), o senador Roberto Cavalcanti Ribeiro (PRB-PB) é citado em pelo menos 93 processos e recursos judiciais em várias instâncias e em diferentes estados, segundo o site da organização Transparência Brasil. Como mostra reportagem publicada pelo Globo neste domingo, o levantamento, do projeto “Excelências”, indica que o total é a soma de ações nas Varas Federais de Paraíba, Pernambuco e Rio de Janeiro, nos Tribunais Federais e na Justiça Estadual, contabilizando ainda as ações em nome das empresas que têm o senador como dirigente.

Além disso, há um processo administrativo tramitando no Ministério da Integração. No Tribunal Regional da 5 Região, por exemplo, há processos e agravos regimentais envolvendo desde acusações de corrupção passiva até irregularidades em contribuições previdenciárias. Ele é dono do Sistema Correio de Comunicação, que inclui uma afiliada da TV Record e o jornal “Correio da Paraíba”.

Na ocasião de sua posse, Cavalcanti afirmou que os processos contra ele eram relativos a fatos cometidos há muitos anos e que não afetavam seu mandato. Existe um entendimento na Corregedoria do Senado de só considerar como problema de quebra de decoro fatos ocorridos no exercício do mandato.

GloboOnline

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: em meio a pandemia, ALPB dá exemplo ao país no quesito produtividade

O poder da palavra, dos pensamentos, da própria sapiência humana ultrapassa as barreiras físicas, pois todos nós somos de uma espécie. Beligerante em muitos fatores, solidários noutros. Assim é a…

Em vídeo, Lula pede que eleitores de JP votem em Ricardo: “Fará muito mais”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entrou de vez na campanha eleitoral de João Pessoa. A maior liderança política da história do Brasil escolheu seu companheiro de longa…