A Paraíba o tempo todo  |

Roberto Cavalcanti quer ouvir Anac sobre segurança de vôo no Brasil

O senador Roberto Cavalcanti (PRB-PB), em discurso nesta quarta-feira (30), disse que pretende propor a realização de audiência pública com os diretores da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para tratar das providências estão sendo adotadas em relação à segurança na aviação civil no Brasil. O parlamentar se disse preocupado com dados divulgados pela própria agência, no último dia 16, indicando que o índice de mortes em acidentes aéreos no país é quatro vezes superior à média mundial.

Essa média, segundo o Relatório de Segurança Operacional 2008 citado pelo parlamentar, é de 0,4 acidentes para cada um milhão de decolagens. No Brasil, é de 1,76 por milhão. O aumento dos acidentes entre 1999 e 2007 está na contramão da situação mundial, que apresentou decréscimo no mesmo período, observou ainda.

A meta da Anac para o quinquênio 2009-2013 é reduzir a média brasileira para um acidente a cada milhão de decolagens, mas ainda assim o país ficaria com o dobro da média mundial, o que é “aterrador”, na visão de Cavalcanti.

– Essa constatação de que os níveis estão acima do aceitável se torna ainda mais grave se considerarmos que, dadas as dimensões continentais do país, esse meio de transporte é fundamental para a integração regional – disse.

O parlamentar também indagou por que o aeroporto de João Pessoa não tem instalados os equipamentos de segurança necessários para a realização de pousos e decolagens em más condições de visibilidade. Tais equipamentos estão orçados entre US$ 700 mil e US$ 1,5 milhão, “valores módicos”, na opinião do senador, se considerada a relação custo-benefício
 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe