A Paraíba o tempo todo  |

Ricardo diz que só resta para Cássio partir para o ataque pessoal

 O governador Ricardo Coutinho, candidato à reeleição pela coligação pelo PSB, rebateu o candidato do PSDB, Cássio Cunha Lima, que o acusou de ser desumano, durante o primeiro debate destas eleições. Durante encontro com motoristas alternativos em Campina Grande na manhã deste domingo (03), Ricardo se disse tranquilo em relação ao trabalho que vem realizando, e que tem apresentado propostas para fazer a Paraíba avançar ainda mais, sem precisar de ataques pessoas contra os adversários.

“Essa é a confissão de que eles não têm o que dizer de mim e do governo que represento. Eles sabem que o nosso governo, mesmo diante das dificuldades realizou muito mais do que o deles, então só resta partir para o ataque pessoal”, criticou o governador.

Para ele, a falta de propostas e de credibilidade junto à população faz com que seu adversário se utilize de mentiras e ataques pessoais.
“Meu adversário governou o Estado e não tomou nenhuma atitude mesmo diante de tragédias, como o acidente que matou 13 crianças da rede estadual que iam para escola na carroceria de um caminhão, entre Sousa e Uiraúna. Ele não teve coragem de comprar um só ônibus escolar, enquanto nós conseguimos comprar com recursos próprios 585 ônibus e oferecer um transporte digno para os filhos dos paraibanos", lembrou.

Coutinho disse ainda que só se sentiria desumano se passasse quase sete anos no governo e não abrisse nenhum leito de hospital público, como seu opositor do PSDB. Ao contrário de Cássio, Ricardo abriu 836 novos leitos em hospitais públicos e construiu 10 novos hospitais.

Redação com Ascom

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe