Por pbagora.com.br

Do governador Ricardo Coutinho (PSB) ontem (21), para quem a celebração de alianças pelo PSB tem como foco agregar ideias ao projeto de governo proposto pelo partido, distanciando-se da velha política que privilegia nomes e interesses individuais, numa critica a oposição.

 

“Não é a ‘fulanização’ da política, isso fica pra quem está do outro lado”, disse o governador. E reafirmou: a desconfiança entre seus integrantes permeia a chapa da oposição. Na entrevista de ontem, ao criticar a formação da chapa da oposição por PSDB e PV, o vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro, disse que o PP “não está na oposição, totalmente”. A emblemática frase deu margens a interpretações que poderão ser confirmadas ou não, esta semana.

 

Há quem enxergue uma possibilidade concreta de o PP celebrar aliança com o PSB, em apoio à pré-candidatura de João Azevêdo, indicando a deputada estadual Daniella Ribeiro como candidata ao Senado – a propósito, em entrevista na semana passada, a parlamentar admitiu disputar uma cadeira no Senado, se fosse “convocada pelo partido”.

 

E ontem, Enivaldo Ribeiro voltou a falar sobre o assunto, numa emissora de rádio. Disse que é uma chapa imposta que querem “enfiar na gente de goela abaixo”. E reiterou: “Não aceitamos”.

 

Redação

Notícias relacionadas

Efraim Filho já conta com apoio de 80 prefeitos e fortalece base na busca pelo Senado

Em entrevista, o deputado federal Efraim Filho revelou que já conta com o apoio de 80 dos 223 prefeitos da Paraíba na busca pela disputa por uma vaga no Senado…

Galdino quer Avante na vice de João, mas ressalta que escolha cabe ao governador

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o deputado Adriano Galdino, afirmou, nesta sexta-feira (14), durante entrevista ao programa Rede Verdade, da TV Arapuan, que o governador João Azevêdo…