Em Campina Grande, onde cumpriu agenda administrativa nesta quinta-feira (08), o governador Ricardo Couitnho, do PSB, voltou a questionar a movimentação da base aliada em torno da eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa e, dessa vez aproveitou para mandar um recado duro, ao afirmar que não aceitará deivisão na base.

Ele lembrou que quando foi para se elegerem, todos marcharam unidos e é assim que deve permanecer.

– Nós ganhamos em 2015 porque tivemos comando e estratégia. A unidade nos fez crescer, então alguns, agora, querem quebrar. Se todos estão no projeto, se o projeto serviu para eleger toda esta base, como você vota uma emenda constitucional, e não tem o cuidado de ligar para combinar? – relatou o líder socialista.

 E continuou – Cada um tem liberdade de tomar suas atitudes. O que não pode é a gente desrespeitar um ao outro, e aí não pode contar comigo – 

 

 

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Hervázio ratifica amizade por Cícero Lucena e minimiza rompimento político: “Jamais vão me ouvir falar mal dele”

Em longa entrevista concedida a uma emissora do Brejo paraibano essa semana, o deputado estadual licenciado Hervázio Bezerra (PSB) enalteceu, entre outras coisas, sua amizade com o ex-senador Cícero Lucena…

“A oposição morreu aqui na Assembleia”, diz Chió ao analisar efeitos da crise no PSB

Em discurso na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) o deputado estadual governista Chió (Rede) analisou a crise interna que passa o PSB paraibano entre as alas do governador João Azevêdo…