Por pbagora.com.br

Após afirmar que a relação entre o governador João Azevêdo (PSB) e o ex-governador Ricardo Couitnho (PSB) já estava nos finalmente de um processo de ruptura, o deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB) – atual líder do Governo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) – descartou uma possibilidade de realinhamento político entre os dois socialistas com vistas às eleições municipais de 2020, sobretudo em João Pessoa, Capital da Paraíba.

Segundo o líder, não há sentido, tampouco coerência para que isso aconteça. Para ele, João, inclusive, não é obrigado a participar da campanha na capital e por isso não precisa entrar nessa polêmica.

“Eu não creio. Qual o sentido disso? Não tem sentido nem coerência. E é obrigado João participar dessa campanha? Não tem coerência, não tem racionalidade nenhuma. Qual é a lógica que tem João e Ricardo Coutinho romperem e amanhã está João e Ricardo um dizendo para o outro, meu governador, meu prefeito”, disse.

Indagado se havia uma torcida dentro da base aliada para que o rompimento entre João e Ricardo se consolidasse, Barbosa não titubeou.

“A torcida existe, é grande, é quase do tamanho do Maracanã”, brincou.

As declarações do deputado Ricardo Barbosa repercutiram em entrevista à Rádio Arapuan FM.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em São Bento: MPE ajuíza Aije por candidaturas ‘fantasmas’ na Câmara

O Ministério Público Eleitoral ajuizou uma ação de investigação judicial eleitoral (Aije) contra 16 candidatos do Partido Republicano da Ordem Social (Pros), do município de São Bento, por candidatura fictícia…

Filho de Bolsonaro posta foto com arma de fogo no Planalto

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) postou nas redes sociais nesta quinta-feira (03/11), uma foto ao lado do pai, o presidente Jair Bolsonaro e dos outros três irmãos no gabinete presidencial…