A Paraíba o tempo todo  |

Ricardo Barbosa acusa setores do Governo de prestigiar candidatos à ALPB e emite nota

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB), emitiu nota, na tarde desta terça-feira (04), para esclarecer o polêmico pronunciamento que realizou na manhã de hoje, na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) onde acusou alguns setores do governo da Paraíba de realizar pressão política a servidores estaduais para que se manifestem em favor de determinados candidatos a deputado estadual.

Na nota o deputado isentou que o motivo da pressão seja a candidatura de João Azevêdo (PSB) além de negar qualquer rompimento com o governo do estado, esclarecendo que o afastamento de uma servidora por conta de ligações e apoio à sua candidatura teria motivado o desabafo.

 “Não tem nada a ver com João Azevedo, como alguns jornalistas insinuaram, muito menos com qualquer possibilidade de rompimento com o Governo do Estado, como maldosamente apostaram outros. O que me motivou foi, na verdade, o afastamento de Samara Furtado do cargo de diretora do Hospital de Traumatologia e Ortopedia da Paraíba, o Htop, por suas ligações e apoio à minha candidatura, o que considero inadmissível”, esclareceu.

 Segundo Barbosa, todo e qualquer candidato da base aliada do governador Ricardo Coutinho deve ser tratado de forma isonômica, sem que alguns servidores com cargos de comando imponham suas preferências aos subordinados.

“Mantenho firme e inabalável a minha convicção de que João Azevedo representa o Melhor para a Paraíba e para os paraibanos”, finalizou.

 

VEJA 

O deputado Ricardo Barbosa (PSB) esclareceu agora há pouco o pronunciamento que fez, hoje pela manhã, da tribuna da Assembleia Legislativa, combatendo pressões contra servidores estaduais para que se manifestem em favor de determinados candidatos a deputado estadual.

 “Não tem nada a ver com João Azevedo, como alguns jornalistas insinuaram, muito menos com qualquer possibilidade de rompimento com o Governo do Estado, como maldosamente apostaram outros. O que me motivou foi, na verdade, o afastamento de Samara Furtado do cargo de diretora do Hospital de Traumatologia e Ortopedia da Paraíba, o Htop, por suas ligações e apoio à minha candidatura, o que considero inadmissível”, esclareceu.

 Segundo Barbosa, todo e qualquer candidato da base aliada do governador Ricardo Coutinho deve ser tratado de forma isonômica, sem que alguns servidores com cargos de comando imponham suas preferências aos subordinados. 

“Mantenho firme e inabalável a minha convicção de que João Azevedo representa o Melhor para a Paraíba e para os paraibanos”, finalizou.

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe